segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Canários de Peso - SPORTING (e outras matérias)



Um empate. 
Foi esse o resultado que fomos colher ao campo do Estoril. Sou daqueles gajos que tem a teoria de que um empate é sempre melhor que uma derrota. mas ao mesmo tempo, sou daqueles gajos que acha que não é possível arrecadar apenas um ponto contra um Estoril.

Não fiquei desanimado com o resultado como já disse, mas começo a ter a preocupação de falta de golos. Mal habituado talvez possa ser a fase em que todos os Sportinguistas sintam neste momento. Mal habituado por Montero não marcar golos, mal habituado por achar que Jardim devia apostar mais frequentemente em Capel como titular em vez de ter um jogador de oito ou oitenta (Carrillo), mal habituado por não ver a minha equipa a jogar um futebol ofensivo e de qualidade.
No entanto não me canso de estar habituado a ver William Carvalho a fazer jogos de grande qualidade, não me canso de estar habituado a ver um guardião que se mantém firme entre os quatro postes e jamais estarei mal habituado a ver o apoio que esta equipa do Sporting tem pelos seus sócios e adeptos.

O Estoril  de Marco Silva (futuro treinador do benfica) mostrou-se um adversário coeso com uma brilhante posição táctica/defensiva anulando um Sporting que não esteve no seu melhor em finalização e embora William Carvalho tenha sido uma pedra fundamental (defensivamente)no meio campo, existiram grandes dificuldades nessa mesma área para se construir ocasiões de golo e aberturas.
Quando essas mesmas aberturas aconteciam, apostando muito no lado esquerdo, Carrillo irritava-me constantemente com a sua falta de inércia. Será que são as noticias recentes que existe mercado possível para o jogador? Nervosismo em tentar fazer muito e ao mesmo tempo não fazer nada? É um oito ou oitenta, em conversa com amigos, chegamos à conclusão que este menino não controla ou não percebeo talento que tem naqueles pézinhos.
Irritou-me também o árbitro, pela sua rigorosa atitude de não deixar que se marcasse a falta dois centímetros ao lado, por marcar faltas onde não existiam, enfim...à Proença. Desta vez penso que não influenciou no resultado, embora tenha achado que Montero sofreu uma carga para grande penalidade dentro da área. Até podia fazer comparações com outros jogos, mas a realidade é que um jogo não pode ser definido por um lance estando o resultado a 0-0 e estando as equipas a jogar como jogaram. Onde quem acabou por brilhar mais foram os dois guarda-redes.

Embora seja empate, embora tenhamos descido à segunda posição devido à vitória do benfica sobre o porto, continuamos com o discurso que os objectivos continuam no seu trajecto natural. Espero que o próximo jogo, Montero esteja mais motivado e que a  inspiração esteja apenas mais cinco por cento do que tem mostrado nos últimos jogos.

Notícia bombástica de Nani de vir sobre empréstimo para o Sporting!


- Eu sinceramente sobre este assunto vou ter que ser como Tomé...

benfica- porto 

- Bonita homenagem a Eusébio tanto antes do jogo como os nomes na camisola.

- Super Dragões respeitaram o minuto de silêncio. Um gajo fala mal, mas quando estão bem também tem de haver reconhecimento na coisa.

- Grande golo do RodriEUSÉBIO.

- Mangala traquilizou Helton sobre o assunto Fabiano com aquela grande defesa.

- Paulinho diz que vai ser campeão depois desta derrota.

- Jasus Camone retirou de cima a pressão de não sei quantas toneladas de não perder um jogo que era importante para todos os benfiquistas (questão Eusébio) e ganhou no seu centésimo jogo.

Um aparte sobre Ricardo Araújo Pereira

"Ricardo Araújo Pereira diz que prefere ter filhas lésbicas do que serem adeptas do Sporting"
(In Correio da Manhã)

Não tenhas dúvidas Ricardo...espero bem que elas sejam lésbicas e que sejam colegas de profissão da Érica Fontes  ;)

Saudações Leoninas!

3 comentários:

Germano Bettencourt disse...

Grande RAP.

Sempre a bombar.

De pornografia percebes tu. Tive de pesquisar quem era a Érica!!!

Vitor Marcelino disse...

Pois pois...

POC disse...

@Germano, tiveste, tiveste... Até lá no tasco já lhe fiz uma homenagem (...).

@Vítor Marcelino, muito bom :)