segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Quando eu era pequenino...

Lembro-me, que enquanto miúdo, vivia o futebol como momento de magia. E o futebol para mim era sinónimo de Benfica. Eu, como qualquer puto, sonhava em ser jogador de futebol. Eu não sonhava ser um jogador qualquer, sonhava ser um jogador do Benfica. Sonhava ser um Rui Costa, um Paneira, um Isaías, e às vezes um Neno ou um Sílvino, dependia do dia. A única regra era… o Benfica.

Quando era puto, amava o Benfica de uma forma pura e genuína. Eu tinha 10, 11, 12 ou 13 anos (e até bem mais cedo), e já sofria pelo Benfica. Lembro-me que, não raras vezes, quando o Benfica estava num jogo difícil, a vencer por 2-1 a 10 minutos do final, não conseguir ver mais esse jogo. Nesse momento, saía para a rua e vinha dar uns pontapés na bola. Não era sempre, mas era frequente em jogos importantes. Fazia-o como se isso se transportasse para dentro do campo, e aqueles pontapés fossem suficientes para ajudar o Benfica a ganhar o jogo. Lembro-me do 3-6 ao Sporting. Eu não vi o jogo todo, estava a ser demasiado frenético para mim. O Benfica estava a dar-me demasiado amor, e o meu coração de puto não aguentava com tanto amor. Eu sofria. Ao intervalo peguei na bicicleta e fui até cada da avó, que ainda ficava longe para um puto daquela idade, e como na volta era sempre a subir, mais tempo demorava. Eu sabia da importância do jogo, e só queria que aquilo acabasse depressa. O 4-4 com o Leverkussen foi outro, não consegui ver o jogo todo, tinha momentos que apenas ia espreitar. Via o jogo a espaços consoante o resultado. Lembro-me também de um jogo contra o Boavista, em que o Paulo Sousa (esse grandessíssimo filho de uma puta) teve de substituir, ou o Neno, ou o Silvino, que acabara de cometer pénalti e ser expulso. Não vi esses 10 ou 15 minutos. Fui para a rua dar uns pontapés na bola. Mas depois acabava o jogo, e descobria que o Benfica me amava também. Ele provava-o a cada vitória difícil. Aquilo era amor correspondido. Aquilo era paixão.

Para mim viver nos Açores é especial, mas crescer nos Açores foi muito mais especial. Estávamos isolados e por isso éramos especiais. Ainda somos. Naquele tempo não havia internet, só meia dúzia de pessoas tinham telefone, e eu estava reduzido à RTP Açores, à qual se juntou uns anos mais tarde a RTP 1. Dava 1 jogo por semana na TV, aliás, nem sei se tanto. Cresci a apenas ouvir muitos dos jogos do Benfica na Rádio e a imaginar as jogadas. Era em muitas ocasiões, quase literalmente, um amor cego. Falo disto porque estou convencido, mas se calhar enganado, que isso me torna num Benfiquista especial (acho que somos todos Benfiquistas especiais), um Benfiquista que aprendeu a imaginar e Endeusar o Benfica. E bem, porque o Benfica era isso mesmo, grandioso. Estou mesmo convencido que toda esta distância, e toda esta inacessibilidade ao Benfica por força geográfica e recuo tecnológico, fizeram do meu amor pelo clube, um amor especial. Como um emigrante, que vive o hino, a sua pátria, os costumes da sua terra, entre outras coisas ligadas às suas raízes, de uma forma muito mais apaixonada, muito mais sentida, e em suma, de uma forma muito mais... especial.

Tive, e tenho origens em famílias humildes, sou filho de um agricultor com a 4ªclasse e de uma trabalhadora do Estado sem grandes posses, como quase toda a gente que vivia nos Açores, e especialmente numa ilha pequena como a minha. Ir a Lisboa não era tão fácil como hoje, e se acham que agora as passagens são caras, nem imaginam na minha infância. Mas minha mãe, como trabalhadora do Estado, numa altura em que havia muito dinheiro público para torrar, tinha direito a uma viagem por ano a Lisboa para toda a família. Éramos uns privilegiados. Eu aos 6, 7 ou 8 anos pude conhecer o estádio da luz. Foi numa dessas viagens que vi o meu primeiro jogo ao vivo na antiga Luz. Eram mais de 100 mil nas bancadas. Foi num jogo das competições Europeias. Não me perguntem quem era o adversário, apenas me lembro que o Mats Magnussen marcou pelo menos um dos golos, e que ganhamos 2-1 acabando eliminados. Não me lembro ao pormenor das coisas, mas lembro-me da envolvência antes do jogo e de toda aquela excitação. Aquilo era especial. Só hoje percebo o que era. Aquilo era amor. Era o Benfica a amar-me.

Vivíamos tão arredados daquela realidade dos jogos ao vivo, mas com tanta paixão pelo Benfica e gosto pelo futebol em geral, que na mesma semana, o meu pai sabendo que o Belenenses jogava também ele para as competições Europeias, pegou em mim e levou-me para Belém. Ele só ficou a saber que o Belenenses jogava quase em cima da hora do jogo, e vivendo ele fora de Lisboa pouco habituado a grandes cidades, foi um filme até encontrar o estádio. Lisboa e arredores era um mundo para nós. Chegámos ao intervalo e não sei a quantos acabou o jogo, mas lembro-me de o Belenenses ser eliminado nos penaltis na baliza que ficava mais longe.

Todo aquele entusiasmo pelo futebol vinha apenas, e exclusivamente, do Amor ao Benfica. Do meu amor que estava a crescer, e do de meu pai que já existia, e que tinha crescido de uma forma ainda mais inacessível. Hoje não sinto mais todo aquele entusiasmo. Não o sinto porque não amo o Benfica da mesma forma. Preciso que o Benfica me volte amar, para sentir que o futebol me ama de novo como quando eu era pequenino.

E no dia 1 de Janeiro, às 0:00 e alguns segundos, quando estiver com 12 passas na mão,será fácil de adivinhar qual será um dos meus desejos. Vou pedir para voltar a ser... pequenino. Tudo depende de ti Benfica.



Taça da Liga - SPORTING vs porto.

Em fim de ano à vista, quero em primeiro lugar, desejar a todos os Sportinguistas e lampiões, umas boas entradas em 2014. Acredito que tenhamos visitas também de tripeiros e adeptos de outros clubes da nossa liga Portuguesa. A eles umas boas entradas em 2014 de igual modo de preferência com muitas derrotas !
Não posso deixar de pedir desculpa ao meu colega e amigo escritor de blogue Eternos Rivais, devido à minha grande ausência aqui no espaço e confesso duas coisas a esse respeito:
- Sou preguiçoso para escrever.
- Sem a colaboração activa do Germano Bettencourt (lampião doente de serviço) aqui no tasco, isto já se teria perdido certamente. Portanto, desculpa e obrigado por continuares a manter isto vivo. Vou tentar ser mais assíduo.

Sporting – Porto (Taça da Liga)


(imagem "roubada" do cartoonista Henrique Monteiro http://henricartoon.blogs.sapo.pt/)

Um grande espectáculo de futebol sem a menor dúvida. Finalmente recebemos um porto sem medo e demonstrámos um futebol ofensivo, um Sporting que mereceu ganhar mas que encontrou á sua frente uma parede chamada Fabiano.

Vou fazer uma pequena análise pessoal do jogo:

- Fabiano tem que estar no topo desta lista, o sucessor de Helton “Beiços de Burro” mostrou serviço e acredito que no fim da época, Helton vai rumar ao Brasil e Fabiano vai sentar-se na titularidade. Graças a ele, o porto conseguiu segurar o empate e evitou uma derrota.

- Wilson Eduardo hoje já enviou curriculum para a SportZone. Cargo? Saco de boxe.

- Carlos Eduardo a jogar á dois dias na equipa principal do porto, tem boa qualidade técnica, e tem a mania que é intocável. O Olegário a muito custo e tristeza lá lhe mostrou o contrário.

- Slimani, Boeck e Dier a titulares. Sinceramente sobre Dier e Boeck não tenho nada a referir, jogo seguro, até porque Boeck usou mais os pés para marcar pontapés de baliza do que as luvas para defender bolas tripeiras. Dier tem dezanove anos, também já tive. Temos que o segurar o máximo que pudermos, Dier será uma peça indispensável no futuro. Leonardo Jardim apostou em Slimani e este tentou aproveitar a oportunidade, no entanto pareceu verdinho para finalizar bolas, mas a jogar de costas para a baliza esteve muito bem.

- Licá, ouvi dizer que foi convocado e apareceu no apito inicial do jogo. Após o jogo acabar, a equipa técnica anda à procura dele...já não bastava andarem à procura do IzmaYlov…

- Cédric devia mudar o sobrenome para “Raça” em vez de Soares. Esteve muito bem! Quem diria…eu a elogiar o Cédric.
Por fim não falo desta vez do William Carvalho, mas sim de Adrien. É este Adrien que gosto de ver jogar, irrequieto, seguro e com classe.
Este Sporting joga futebol e os adeptos estão contentes com o empenho com que os jogadores estão a fazer com a camisola do clube. Que 2014 seja um ano de glória para nós!

Só para que conste, acerca do jogo principal de hoje, sou do NACIONAL DA MADEIRA desde pequenino! Bananas Madeirenses espera-se para hoje!

Um pequeno aparte...

Sporting Clube Travancinha (Filial Sporting Clube de Portugal Nº74)

Recentemente fui até Travacinha (pertence ao concelho de Seia) onde tenho família e aproveitei para pôr as minhas cotas em dia, visto que sou sócio desde 2012. A única razão pela qual não sou sócio do Sporting Clube de Portugal, é porque não compensa sendo eu Açoriano e vivendo atualmente nos Açores. Aproveitei e tirei umas fotos deste clube que infelizmente neste momento, não tem possibilidades de manter uma equipa sénior. No entanto mantém o clube aberto como café/sede e organiza eventos como futebol de praia, festas locais.
Tenho mais fotos que estas, mas por agora deixa apenas estas.







Saudações Leoninas e Boas Entradas em 2014 a todos!

sábado, 21 de dezembro de 2013

Setúbal VS Benfica



Eu queria mesmo escrever qualquer coisa sobre a jornada do Benfica, mas depois leio as palavras do Catedrático e paro para pensar... depois desloco-me até a uma parece, e tal Acto de Contrição, penitencio-me com 10 cabeçadas, e a cada pancada na parede repito as mesmas palavras, "não percebes nada de futebol Germano, és um burro!".

Viver é aprender, e nada melhor de que o fazer com quem sabe. Com o 11º mais bem pago do mundo, ao comando da 15ª equipa que mais valorizou no mundo, a jogar um futebol, que só agora percebo, é EXCELENTE. 

Obrigado Jorge por me abrires os olhos. 

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Sobre a saída de AVB...

...só tenho a dizer o seguinte:

- Eu próprio me disponibilizo para o ir buscar ao aeroporto e o levar para o Seixal.

PS: Esta afirmação ganha ainda mais importância vivendo eu nos Açores.

domingo, 15 de dezembro de 2013

Olhanense VS Benfica

- Mais 3 pontos numa exibição paupérrima em 4-4-2. Mas é preferível perder jogando assim, que ganhar jogando em sistema de pobre (4-3-3). Não é JJ?

- A média de golos sofridos do Benfica é assustadora. Parece o rolo compressor da primeira época de Jesus, mas ao contrário. 

- Salve-se os golos de Matic e Sulejmani. Grandes golos.

- O nosso primeiro golo foi marcado em fora-de-jogo. Querem ver que isso vai ajudar a desculpar o ridículo penalti de ontem?! 

- Estou farto do JJ. Estou cansado. Não quero perder, mas também não quero que ele continue, mas que dilema angustiante.

- Finalmente Oblak, pena que pelas piores razões. 

- Já nem me lembrava que tínhamos o Ola John até falarem dele durante o jogo. Pena que não tenha entrado em campo para a malta matar saudades.

- Pode ser só de mim, mas o Ivan Cavaleiro parece-me apenas Marketing. 

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Definitivamente, o BURRO sou eu!

Ando triste, agoniado, e sem esperança. É isto que me provoca o Benfica. Não faz sentido. O que eu quero é supostamente o contrário. Mas depois ouço/leio algumas das declarações do JJ, e fico logo desconfiado que o burro sou eu. Ligo a TV, e vejo o Rui Santos a fechar o Tempo Extra com os resultados à pergunta, "Considera um fracasso a saída do Benfica da fase de grupos da Champions?" e deixo de ter dúvidas. Sou mesmo o BURRO. Eu e mais os 11% dos que votaram afirmativamente à questão do Caracolinhos. Aos restantes 89%, os meus parabéns. 

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

10 razões para um Sporting Campeão

1- Porque sabendo que não ganha o Benfica, prefiro a vitória do verdadeiro rival.

2- Para dar uma lição ao Benfica, não a nós adeptos apaixonados, mas aos que lideram e são a cara do clube.

3- Porque é bom para o futebol português que o Sporting não desapareça.

4- Porque a queda do Sporting/sportinguistas seria maior (sei do que falo, pois também eu caí).

5- Porque também enfraquece o poderio do Porto.

6- Porque aproxima o JJ da saída.

7- Porque aproxima Vieira da saída.

8- Porque em 2000, quando estudava em Coimbra, gostei de ver as Betinhas a festejar, o que compensou claramente a contrapartida de ver os Berloques a saltar. 

9- Porque gostaria de ver o Bruno de Carvalho a festejar, abrindo e abanando loucamente uma garrafa de champanhe contra o decote da mulher.

10- Porque o Vítor Marcelino é Sportinguista.




domingo, 8 de dezembro de 2013

Sporting em 1º Lugar !



E tudo o que os benfiquistas e os portistas querem ouvir da nossa boca é:

"Sim somos Candidatos ao Título!"

Eu pessoalmente não penso nisso. Os objectivos estão traçados, a Europa e a Taça da Liga. Não é pensamento pequenino, é pensamento consciente. 
Deixem os adeptos leoninos viverem as alegrias do jogo a jogo, deixem os adeptos leoninos sorrir com uma equipa que finalmente joga futebol, deixem os adeptos vibrar com os golos!
Deixem o Sporting  estar onde realmente merece...no Primeiro Lugar da Liga!




quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Fernando nos U20... do Brasil

Fernando aka polvo.

Começou por ser os jornais a associar o homem à selecção Nacional, e sabe-se lá de quem surgiu a ideia de tentar inflacionar o passe do jogador. Agora é o próprio seleccionador que fala do quão mais forte ficaria a selecção com um homem como Fernando no nosso meio campo. O que ninguém fala, e eu estranho que isso aconteça com tão bom jornalismo de investigação em Portugal, ;) é do passado do Fernando nos U20 do Brasil, e do seu castigo de 1 ano por ter agredido um árbitro ao serviço dessa mesma selecção.

E como recordar é viver, cá ficam as imagens do 17 do Brasil.




PS: Também é bonito de ver os Chilenos a relatar o jogo. Para mim nenhum dos 2 era penalti. Para outros (Chilenos) não haviam dúvidas. 

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Anderlecht vs Benfica

- O Benfica para ganhar, só precisa jogar mal. O futebol é incrível. 

- JJ fez tudo para perder. Tira o Enzo, tira o Gaitan... mas o Rodrigo estragou-lhe a noite.

- Não sei quantos jogos fizemos esta época, mas acredito que nunca jogamos 2 vezes seguidas com o mesmo 11.

- Se há momentos que definem o estado de alma de um jogador, a celebração do Rodrigo é um deles. O puto estava a precisar. Não vai resolver nada, mas espero que ajude.

- Não compreendo, se o Tacuara está a 50% das suas capacidades, então porque é que não joga?

- Vou contar-vos um segredo, eu sinto uma química com o Enzo. Às vezes até penso, que eu e ele somos um só, e que sou eu ali em campo. Aquilo é ser Benfiquista. Às tantas é apenas ser profissional, o que parecendo que não, já ajuda.

- O Artur hoje hoje esteve muito bem nas saídas. Se bem que, depois do Roberto, qualquer redes me parece sair bem.

- O Mitrovic, se tivesse "Montero" algures no nome, tinha marcado uns quantos golos. Domina muito bem a "arte" do fora-de-jogo. 

- No dia do sorteio, disse-se que o segundo lugar iria ser uma luta entre Benfica e Olimpiacos, mais verdade não podia ser. Neste momento, e no final dos grupos, o que definirá a passagem seram os jogos directos entre os 2.

- O Benfica rematou 2 vezes direito à baliza e marcou 3 golos. Isso dá 1 indice de aproveitamento de quanto? 150%?

- Daqui a 15 dias há mais. Até lá, viva o Benfica.



Bandeira Nacional sem vermelho!

"Sabem, ao fim ao cabo a bandeira Portuguesa representa bem os clubes de Lisboa... O vermelho é o maior, e o verde agarra-se ao pau..."

By Pedro Monteiro in Facebook.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Guimarães vs Sporting - A Luta continua!


Eu sei que não foi uma final da Liga Europa, nem mesmo o penúltimo jogo do campeonato, mas que foi uma alegria ganhar o jogo em Guimarães aos 89 minutos lá isso foi!
Antes do jogo estava confiante num bom jogo favorável para os Leões, mas ao desenrolar do jogo notei que não seria tarefa fácil. O Guimarães fez um bom jogo e ganhámos com um golo em que eu já não estava à espera. Sobre o jogo na minha perspectiva:

- Dier foi titular. Foi um assunto muito rolado pela imprensa, Dier ou Nuno Reis? Logicamente que a aposta foi Dier, mas eu sempre desejei oportunidades para o central Reis. Em conversa com amigos lagartos, sempre me  opiniaram que Reis não tem qualidade suficiente para jogar no onze do Sporting, eu discordo. O Reis tem experiência de primeira liga, inclusive já teve rotação na Bélgica…um dia espero que tenha essa oportunidade. Dier cumpriu, tal como se esperava.

- Foi impressão minha ou o Maurício estava com bicho-carpinteiro no rabiosque? Tenho gostado das exibições embora tenha estado um pouco faltoso, talvez demais para um central, pensei que ia para a rua pelo andamento que estava. Ó Maurício, no Iúnaite não vais poder jogar assim pá…
- André Santos, gostei de o ver jogar, ainda me faz um pouco de impressão vê-lo a jogar pela equipa contrária, será que não podíamos ter aproveitado mais este jogador? No entanto, neste momento, está complicado ter lugar no meio campo do Sporting, provavelmente foi a melhor opção.

-  Carrillo é um gajo que me irrita. Gostei do jogo dele ontem. Irrita-me porque tem dias que faz jogos bons e pensamos, agora sim, o gajo tá atinar finalmente, e outros em que só pensamos, “Jardim, tira-me esse gajo por amor da Santa!”. É inevitável a qualidade deste Carrillo, mas as vezes farta pensar que  “esta época é que é! Esta época é que o gajo vai explodir!” e depois tem algumas exibições em que nos mete no estado raivoso.

- William Carvalho. É inevitável sempre que falo de jogos do Sporting, não falar dele…não é bonito ver um Diamante a ser lapidado ao longo da época? O Bruninho que tenha bem em conta este jogador, não vejo muitos desta qualidade nos próximos tempos…SEGURA ESSE GAJO BRUNINHO!

-  Por último Montero. Não marcou, parece frustrado por não marcar e tem Slimani a morder-lhe os calcanhares. Talvez seja a pressão, não sei. Confesso no entanto que não me preocupa. Se não marca Montero…olha…marca Slimani! :D


Portanto estamos com um campeonato competitivo, porto com mais um ponto do que Sporting e benfica. Os grande este fim-de-semana tiveram a vida complicada, benfica lá conseguiu vencer o braga, o meu Sporting lá conseguiu vencer o Vitória de Guimarães, e Manuel Machado lá conseguiu meter o Pinto da Costa com tensão arterial elevada…mas acredito que não foi só o Pinto da Costa…

domingo, 24 de novembro de 2013

Benfica vs Braguinha

- O Benfica jogou ZERO. 

- É incrível como esta equipa vai do 80 para o 8 num ápice. O mais interessante, é que no 80 perdemos (Olimpiacos) e com o 8 ganhamos (quase todos os jogos, i.e. Braguinha).

- Ver o que este Braga fez em 3 ou 4 épocas seguidas, e ver a forma como joga hoje, dá dó. Voltou a ser um pequeno. Voltou à táctica dos pequenos. A táctica do autocarro está de volta.

- Eu à vezes tenho uns sonhos esquisitos durante a noite, em que tento correr e não consigo, algo me prende os movimentos, e eu esforço, mas mal consigo sair do mesmo local, é aflitivo este tipo de sonho, porque regra geral vou a fugir de algo, e sei que vou ser apanhado. Ver os jogadores do Benfica correr faz-me lembrar esse sonho. Eles correm mas estão sempre no mesmo lugar, parece que vão em câmara lenta, e perdem as bolas sucessivamente. É aflitivo. Ou sou eu que estou novamente a sonhar?

- É complicado de falar de jogadores. O Artur esteve bem. O Matic também, e num momento de raiva resolveu o jogo. O Enzo maravilha-me a cada jogo que passa. De resto, nem sei por onde começar a mandar para o C@r&/%$...

- A verdade é que de 5, passamos para apenas 1 ponto de desvantagem. Está um campeonato equilibrado, mas cada vez mais equilibrado por baixo. Agora, são os grandes que se aproximam dos pequenos, enão o contrário. A prova disso são as competições Europeias. Dos 3 grandes, o único que não está a envergonhar na Europa é o Sporting.

- Jogamos mal e ganhamos. Vemos o rival massacrar e perder pontos. Temos um presidente acusado de o estado lhe pagar 17M de dívida num BPN que cheira a merd@ por todos os cantos. Será esta a sensação de ser portista? Não acho piada, excepto a parte do rival perder pontos.

- E na equipa B estou cada vez mais impressionado com o puto Bernardo Silva. Oxalá não se perca, e oxalá apostem nele, nem que seja na taça da liga.



quinta-feira, 21 de novembro de 2013

"Eu e tu temos de falar"

Também eu, não encontro problema nenhum, em um dirigente se dirigir a um arbitro assim, ou então...




...perfeitamente normal!

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Rumo ao Brasil

Estava para escrever um post, mas depois de ver as palavras de um amigo no FaceBook, decidi fazer um copy/paste. Já o tentei convencer a vir para o blogue, é que ainda por cima é Benfiquista. Obrigado pela autorização Luís Carvalho.

Mas antes disso, a minha opinião, e provavelmente, a do Bruno Alves...


(ligar o som no canto superior esquerdo)

O copy/paste. Antes, durante e depois do jogo:



sábado, 16 de novembro de 2013

Portugal vs Suécia

- Um jogo pobre, ao nível que Paulo Bento nos habituou na Selecção.

- Foi a estratégia perfeita. Toda a gente sabe que os Vikings são pequenotes, e jogar a bola pelo ar foi de facto uma excelente ideia. 

- E quando eu pensava que o Benfica era a pior equipa a marcar cantos, eis que aparece a Selecção  Nacional.

- Acho que fizemos 120 cruzamentos. Ao que parece, 10 foram bons, outros 10 razoáveis, e os restantes 100 do João Pereira. 

-  No duelo CR7 vs Zlatan, acabou por ganhar CR7 por falta de comparência de Zlatan.

- E o alivio do Patrício quando não viu o Luisão e Cardozo em campo? Foi meio caminho andado para a boa exibição.

- Esqueçam lá o Fernando, não dá para naturalizar o Matic?

- E Desnaturalizar? É possível? Tinha aqui uns nomes em carteira, Ruben Micael, João Pereira...

- Os jornais Suécos apesar de elegerem CR7 como herói da noite, criticam-no imenso, apelidando-o de "queixinhas", "refilão", etc. Mas estes gajos não conhecem o Ronaldo? Continuem, irritem o gajo até 3ªfeira, nós só temos a agradecer.

- A primeira parte está feita, e com saldo positivo. Que venha a segunda, e que nos seja favorável. Viva Portugal.



terça-feira, 12 de novembro de 2013

O Derby, Cardozo e Bruno de Carvalho

O Derby.
Um grande jogo de futebol. Até aqui acho que estamos todos de acordo. Até os verdes, penso. Um bom jogo do Benfica. Um bom jogo do Sporting. Se é verdade que nenhum merecia perder, não é menos verdade que um teria de perder. Calhou a sorte ao Benfica. Saiu a "fava" ao Sporting. E que "fava" São Patrício. Direi que este foi um jogo que merecia tudo, mesmo tudo, excepto o esterco que se criou depois do apito final do jogo. Tenho pena que assim seja. O jogo não merecia. deu-se mais importância aos erros, que de facto existiram, do que se deu ao grande jogo que se jogou. Uma pena, o jogo não merecia.

E sim, no compto geral o Sporting foi mais prejudicado. Não o digo pelo numero de casos, pois não os contei, ainda. Digo-o por o caso mais flagrante ter sido contra eles. O que não aceito, é que num jogo que termina 4-3 com um grande peru, desculpem a derrota no árbitro. Isso é ridículo.

Cardozo.
Um tosco. Não sabe jogar futebol. A nossa sorte é que às vezes tropeça na bola. Que sorte temos nós, em ter um homem que tropeça tantas vezes na bola. Cardozo, eu amo você, mas sei que não é reciproco, tu amas mesmo é o Sporting. Mas eu perdoo-te. Compreendo-te. Deve-te dar um gozo enorme. A mim também daria.

Bruno de Carvalho.
Há coisas que me agradam no homem. Agrada-me a não submissão a ninguém. Repito, NINGUÉM. Agrada-me que coloque o adepto no lugar que merece. E acima de tudo, agrada-me que seja Sportinguista.

À pergunta, "o que é que achou do jogo?", o senhor responde, "achei que alianças só no anelar da mão esquerda e apenas com a minha mulher". Agora pergunto eu, mas alguém lhe propôs alianças? Sabe se por acaso se os Benfiquistas querem alianças consigo? Sabe algo que eu não saiba? Sr. Bruno de Carvalho, eu não vejo esse desejo em lado nenhum. Uma resposta parva portanto. É por isso que me agrada que seja Sportinguista.

"Eu e tu temos que falar". Ai o Sr. Bruno de Carvalho não acha mal nenhum nestas palavras? Devem ter sido ditas cá com um carinho! A sério, o Sr. Bruno no pós-jogo destilava carinho. Já estou a imaginar o tom em que se dirigiu ao Sr. Duarte Gomes ao proferir-lhe aquelas palavras. Tudo menos ameaçador por certo. A sério, agrada-me que seja Sportinguista.

"Errar sempre para o mesmo lado não é humano". O Sr. Bruno de Carvalho viu o mesmo jogo do que eu? Sempre para o mesmo lado? Tem a certeza? Aceito que no final o Sporting tenha sido mais prejudicado, porque foi mesmo, mas, sempre para o mesmo lado? Hum, se calhar deveria ver isso com mais calma, não acha? Eu dou-lhe uma ajuda num próximo post. Do fundo do coração, agrada-me mesmo que seja Sportinguista.

E o jogo para o campeonato em Alvalade já este ano Sr. Bruno de Carvalho? Porque não aplicou a máxima "errar sempre para o mesmo lado não é humano"? Se calhar não se lembra, mas deixe-me reavivar-lhe a memória. Nesse jogo, ficou uma penalidade por marcar sobre o Cardoso, e o golo do Montero foi em fora-de-jogo. É evidente que naquela altura o fora-de-jogo foi apelidado por Sportinguistas de "milimétrico". Curioso como passado pouco mais de um mês, o milimétrico tenha ganho contornos colossais. Aliás, isso até aconteceu dentro do mesmo jogo, mas sobre isso já lhe prometi um post. Já lhe disse que me agrada que seja Sportinguista.

E a sua ingratidão Sr. Bruno de Carvalho? Não se faz. Então ao homem que lhe entregou único titulo deste milénio, ao assinalar um dos pénaltis mais absurdos que me lembro de ver na vida, o senhor agradece assim? Como acha que se sente Duarte Gomes com tamanha ingratidão? É que aquele pénalti sobre o Jardel na Luz... valha-me Deus... que ingratidão. Agrada-me que...



segunda-feira, 11 de novembro de 2013

benfica vs Sporting (Pelo Lagarto)



Penso que o meu luto está feito. Foi um fim-de-semana passado com grandes emoções num Derby Lisboeta.
Se estão à espera que eu vá falar dos penaltis e do Duarte Gomes, estão bem enganados. Falo apenas de um jogo em que vivi intensamente onde me ia saltando o coração fora onde passei do “está feito” para o “espera aí! Ainda é possível!” e finalmente para o “desta maneira é que não.”Ao contrário do jogo do jogo do Dragão em que tinha muitas expectativas de vitória,  contra o benfica fui com o pensamento não derrotista, mas consciente que passar na luz seria muito complicado. Claro que o circo dos jornais, os adeptos  Sportinguistas ambiciosos estiveram sempre à ribalta mas eu tentei afastar-me disso…até ao momento do jogo.

Sobre o Jogo (o que retirei mais)…

- Primeiro tenho que dizer que tenho pena que a final da Taça de Portugal tenha sido jogada no sábado passado, porque sinceramente não acredito que a final em si vá ter tanto espetáculo como o jogo na luz.

- Oscar Cardozo…Faço questão de escrever o nome dele como deve ser. Sou lagarto, meio doente…mas sei admitir quando um cabrão marca três golos de encher a vista.

- Capel, o “Capelito” como eu gosto de chamar, marcou um golo que me fez rir, digo da maneira como o marcou. Já o vi marcar em papel químico um golo daqueles…não me lembro do jogo, mas lembro-me de pensar  “Dasse mais um pouco e era para a bancada”.

- Levamos a primeira goleada da época. Sim sim…esqueceram-se que mais de três é goleada?

-  Rui Patrício. Até podia fazer um post sozinho acerca deste assunto. Se não fosse ele teríamos levado talvez o triplo, foi herói e teve a infelicidade de sofrer um golo daquela maneira. Ó Rui, não fiques triste pelo pessoal andar a gozar na net pá, fizeste esquecer a exibição do Roberto em  “Antenas” que provavelmente ditou o fim da “Champs” dos lampiões.  Alguém tinha que pagar as favas e quis o destino que fosses tu.  
“Acradito” no entanto que tanto lampiões e tripeiros vão te apoiar nas Quinas. Eu disse tripeiros? Epa desculpa lá…

Por fim vou salientar só mais uma coisa. Garra.
O meu Sporting teve Garra. E podem vir que os golos foram de bola parada, podem vir que cinquenta bolas foram ao poste e podem vir com o espetáculo final do bruninho e a aliança que só tem com a mulher e os penaltis por marcar. O meu Sporting teve garra. E se existe dúvidas…vejam quem teve mais posse bola…recuperou-se da diferença de duas bolas!

A Taça andou. É pena…os objectivos mantém-se. Agarrar um lugar nas competições Europeias  e para mim pessoalmente, A Taça da Liga.
É levantar a cabeça e continuar a jogar futebol, porque isso meus caros, o meu Sporting este ano está a fazer!

Sporting Sempre!

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

O Benfica, nos meus melhores momentos da Primavera/Verão 2013

Não é propriamente um post sobre bola, ou sobre as modalidades dos clubes. Trata-se de um post que retrata a importância que dou na minha vida ao Benfica, como seja deslocar-me dos Açores a Lisboa para, entre outras coisas, ver o Benfica jogar, visitar o estádio, visitar o museu Cosme Damião, ou simplesmente ir para o Colombo contemplar o estádio da Luz, e que lindo que é. Sim, porque quando me desloco a Lisboa existe uma prioridade na marcação da data, o Benfica tem de jogar esse fim de semana em casa, e regra geral procuro semana de Champions em casa, e vejo 2 jogos, é ouro sobre vermelho. Tudo isto quando não marco a viagem só a pensar no Benfica e num determinado jogo. 

Com tudo isto, um resumo do meu Verão (e primavera), tinha de ter o Benfica. Não fazia sentido de outra forma.



(ver em HD)

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Olympiakos vs Benfica



- Hum... se calhar prefiro jogar mal e ganhar, a esta treta de até jogar bem e perder.

- O que vale é que o jogo não era decisivo. Acho até, que nem o próximo o é!

- A culpa disto é do treinador. Durante o jogo deveria ter gritado para dentro do campo, "parem com a mariquice dos remates, centrem na direcção da baliza". 

- Roberto entre os postes é isto. Parece que só o Benfica é que não sabia. Natural, não o conhece.

- Somos a pior equipa do mundo a defender cantos, mas em compensação somos a pior a marca-los... ohh wait... fuck! Olha! ao menos somos coerentes.

- Agora para passar precisamos ganhar os 2 jogos e esperar que o Olympiakos no máximo conquiste 1 ponto. Ou então ganhar 1 e empatar o outro, desde que o Olympiakos perca os 2. Vá, o jogo não era decisivo porque no final do mês o ordenado "cai" igual. 

- O Maxi anda aprender com o JJ, e masca durante o jogo? Em puto fazia o mesmo, até o dia que engoli a pastilha.

- Jogaram todos muito bem, excepto o Artur, que esteve a ver o Roberto jogar. Não teve culpas no golo by the way.

- Agora é pensar na Taça de Portugal, e de preferência ganhar o jogo, nem que para isso seja necessário jogar mal. Estou por tudo.

Bernardo Silva

Dou comigo a pensar, e chego à conclusão que estou com tiques de Sportinguismo. Mas a culpa é dos 11 gajos que vão entrar logo em campo. O futebol deles é tão... tão... tão similar ao do Sporting da época passada que dou comigo a apreciar cada vez mais as modalidades, e a passar videos dos putos. Vá, este merece. Não é um Figo, um CR7, ou até mesmo um Nani, mas tem Pinta de Rui Costa. Já todos o conhecem e dispensa apresentações. Alguém que lhe arranje um agente com direito a comissões.



domingo, 3 de novembro de 2013

Linhas tortas

Todos, desde Benfiquistas a Sportinguistas, aos Portistas custa compreender, já topámos que a SportTV tem a capacidade de adulterar factos, de entre os quais estão as suas famosas linhas de fora-de-jogo na diagonal. Até aqui nada de novo. A novidade surge agora, no Restelo, onde a linha de meio campo nos aparece riscada também ela na diagonal. Graças a Deus, ou melhor, graças ao "Papa" que o arbitro auxiliar topou logo a "coisa" e ignorou a dita linha. Haja gente séria.


(Roubada ao Fura-Redes)

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Académica vs Benfica

- Jogar mal e vencer bem. Parecemos o Porto, mas sem as ajudas extras.

- O ano passado empatamos a 2 golos. 2 penalidades inexistentes assinaladas contra, e uma a favor por assinalar. Com o Xistra a emoção teria sido outra.

- O tosco do Cardozo lá vai marcando. Venham mais toscos destes.

- O Lima dava cá um jeitão ao Benfica.

- O Markovic não sabe marcar golos... normais? Tem de assinar sempre com nota artística.

- Adorei quando o Marcelo Goiano se preocupou mais em virar as costas ao Cardozo e o empurrar, do que em jogar a bola, acabando por a meter na sua própria baliza. Se há momento que ironiza o futebol, este pode ser um desses. Definiu o jogo.

- Outro jogo sem sofrer golos, e desta vez com o Cortez em campo. Estranho.

- O Bruno de Carvalho mandou retirar a camisola 12 para prestar homenagem aos adeptos sportinguistas. Não dá para o LFV mandar retirar "o" camisola 12 para prestar homenagem aos adeptos benfiquistas?

- Continuo sem perceber, como continuamos com os mesmo pontos do SuperSporting do Bruno de Carvalho. Ok, mais 3 pontos mas mais 1 jogo. Amanha o Montero marca 2 ou 3 em fora-de-jogo e equilibra as contas.

- Boa sorte para a Académica no que resta do campeonato, excepto na Luz.



quinta-feira, 31 de outubro de 2013

FC Porto, apenas mais uma farsa!

Foste de férias ao Brasil na tua viagem de finalista. Umas férias fantásticas para nunca mais esquecer. Mas quando olhas para as fotos, encontras em todas um padrão. Tinhas ao teu lado a tua ex-namorada. Aquela vaca que te meteu os cornos com um dos teus amigos, e que na altura, ficaste a saber já ter dormido com a turma inteira. E agora tens de rasgar as fotos todas, porque não queres que aquela P... faça parte do teu álbum de recordações, o que ao mesmo tempo te entristece, porque ficas sem fotos daquela fantástica viagem, onde afinal de contas, o namoro foi secundário e as bebedeiras entre amigos o principal da viagem. Pois bem, não fiques triste, pois eu tenho a solução para ti. Envia as fotos para o Museu do Futebol Clube do Porto, que lá resolvem o teu problema. 


(clicar para aumentar)

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Blater goza CR7

Os prémios do futebol são uma palhaçada.

Uma coisa sou eu ou tu, meros adeptos do futebol, gozarmos com o Ronaldo, com a irmã do Ronaldo, com a mãe, com o cunhado, ou até mesmo com o cão e o gato do Ronaldo, outra completamente diferente, é o líder do organismo máximo do futebol mundial o fazer. Joseph Blater a meu ver bateu no fundo. Falar de forma jocosa de CR7, ao mesmo tempo que deixa rasgados elogios a Messi, é de um baixo nível só ao alcance dos concorrentes da casa dos segredos. Abomino as suas declarações, e espero, sinceramente, um pedido de desculpas público. Ainda por cima, este tipo de declarações são sempre muito pertinentes. Acontecem sempre que se aproxima uma qualquer votação, ou sempre que aparece lista de candidatos. Isto não pode acontecer, é vergonhoso. Uma palhaçada. Não bastava o palhaço do Platini, tinha de se juntar mais este. Se o futebol está cada vez mais pobre, e cada vez mais envolto em corrupção, muito se pode agradecer a estes dois senhores, aos quais podemos juntar o Sr. Havelange. 

O Futebol actual resume-se a 2 palavras. Dinheiro e influências. E se juntarmos as duas, ficamos com uma, CORRUPÇÃO.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Sporting não passa no dragão.



Qual era o Sportinguista que não acreditava que poderíamos sair do estádio do Dragão com três pontos? Nenhum, fomos cheios de fé mas falhas defensivas deixaram os três pontos fugir. Vamos então à minha perspectiva pessoal sobre o jogo.

 - Primeiro tenho de salientar o ponto mais que negativo, do que se passou antes de começar o jogo. Ser adepto e apoiar um clube é uma coisa, copiar os Super Dragões e fazer distúrbios é que não...até compreendo que queiram copiar (Claques do Porto) as nossas músicas das claques mas os nossos adeptos Sportinguistas descerem ao nível dos Super Dragões é desejar que levem porrada da PSP ao triplo do que levaram. Isso não é ser adepto é ser burro e não gostar de futebol. 

 - Sobre o jogo no Dragão primeiro tenho que confessar que fiquei desiludido pelo Jardim ter metido o Carrillo a titular, até compreendo que o Capel tenha estado lesionado, mas cada vez acredito mais que o Carrillo não tem lugar no Sporting, não por ter qualidade mas sim por não querer crescer como jogador. Falha passes importantes e esquece-se que tem mais jogadores na equipa para passar a bola. Ainda assim Carrillo?

- O penalti é bem assinalado...talvez a primeira vez que vi um penalti assinalado a favor do porto e não tive dúvidas. Infelicidade por parte do Maurício, a primeira grande falha por nossa parte no jogo...precoce, para mim desmotivou um pouco as tropas.

- O Segundo golo uma autentica auto-estrada pela defesa a dentro e no terceiro Cédric a dormir na cerca enquanto Lucho tropeça e marca o golo de cabeça...demasiadas facilidades se deu e o "Ladrão aproveita a ocasião".

- Não merecemos ganhar porque o porto jogou melhor e a alegria do golo William Carvalho durou pouco tempo, mais um jogo de qualidade deste puto que cresce a olhos vistos. Claro que isso não é notado nos Jornais Desportivos...estão ocupados em ensaboar o Ivan Cavaleiro...até se compreende, visto que no benfica para se encontrar uma jovem estrela na formação é assim como tentar encontrar uma agulha no palheiro.

- Josué, irrita-me. É mimado e é feio da parte dele imitar o João Vieira Pinto...cair por tudo e por nada, reclamando.

- Jogámos futebol, e não me canso de cada vez que faço um post aqui, relembrar isso. Fomos um justo adversário de peso...e embora não admitam...metemos respeito em campo.

- Montero ficou a zero neste jogo...para os benfiquistas foi bem feito...para o Cardozo só faltam cinco golos para alcança-lo e mesmo que dois tenham sido em fora de jogo...três ainda faltariam. 

- Este Sporting tem um Presidente que no fim do jogo agradece aos adeptos o apoio incondicional. Bastava me ter dito na frase anterior, Este Sporting tem um Presidente.

- A equipa continua a lutar pelos seus objectivos, garantir um lugar nas competições europeias do próximo ano...acredito nesta equipa, acredito que vamos conseguir, acredito no crescer a cada dia desta equipa!









domingo, 27 de outubro de 2013

Benfica vs Nacional e os outros

- Tenho de começar pelo fim. Aquele abraço e sorrisos entre Manuel Machado e Jesus aconteceu mesmo? ou é montagem? Será que ainda vamos ter o JJ a falar Machadês? 

- Uma boa vitória. Aparentemente segura. Digo aparentemente porque a mim, este Benfica nunca me dá segurança. Aos 90' ainda estava com medo da reviravolta do Nacional.

- O Gaitan jogou muito bem na 2ªparte. O moço que esteve na jogar na posição dele na 1ºparte foi uma podridão. 

- O Ivan parece-me bom puto. Não tem metade do talento natural do Ola John, mas tem 4 vezes mais vontade, o que o faz jogar o dobro do Holandês. Tem muito mais de talento colectivo do que de individual. Se é que faz sentido a minha conversa.

- Tinha tantas saudades deste Artur. Terá sido a troca de Paulo Lopes por Oblak no banco de suplentes que motivou o rei Artur? Hum...

- Cardozo, who else? 

- Após 8 jornadas, acho que posso concluir que o nosso melhor lateral esquerdo tem sido o... André Almeida. Sim, um golo não me convence.

- Já fomos prejudicados em alguns jogos com influência no resultado final. Ao Sporting aconteceu o contrário. E à 8ª jornada o Benfica mais medíocre do JJ tem os mesmos pontos do SuperSporting do Jardim. São realmente 2 mundos diferentes.

- No clássico da Jornada o Porto ganhou com naturalidade ao SuperSporting. A vitória começou a ser desenhada com o natural golo de pénalti marcado por Josué. A única coisa menos natural do jogo, foi a ausência do golo em fora-de-jogo do Montero.



sábado, 26 de outubro de 2013

As lições do Tonecas

Treinador = Treina a dor
Lutador = Luta a dor
Vencedor = Vence a dor

Ouçam o professor Faisal.
(saltar para o minuto 5:22)




Este Homem é o verdadeiro professor. O que é que ele faz nesta conferência? 
Professa a dor.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Parabéns!

São 10 anos de histórias. Infelizmente, muito poucas de alegria no seu expoente máximo. Ou pelo menos, não tantas como gostaria. Esquecendo as vitórias nos jogos, estamos a falar de apenas 8 títulos que se festejaram naquele estádio. Atendendo que 4 são taças da liga, é muito pouco. Que os próximos 10 tragam mais histórias, mas desta vez, de príncipes e princesas que vivam felizes para sempre. Que venham os títulos. 


(clicar para aumentar)

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Sobre o jogo de ontem

Quando uma equipa, num jogo de Champions, em casa, não encontra motivação...


YOU KNOW WHAT I MEAN

domingo, 6 de outubro de 2013

Futuro treinador vs Benfica

Motivos abaixo expostos obrigaram-me a não ter possibilidade de ver o jogo do glorioso. No entanto tinha de passar por cá para vos fazer inveja. 

Vi o golo do Cardozo. Fantástico. Pé direito? Tinha mesmo de levar as mãos à cabeça!

O Lima falhou um pénalti que era duvidoso? Foi de propósito. Nos cá não queremos colinho.

O Rodrigo marcou? Epá, basta um gajo sair de Portugal e começam logo acontecer coisas estranhas.

Bem, e eu vou continuar ao que vim… 


sábado, 5 de outubro de 2013

Sporting vs Vitória de Setúbal...

...em fotos... 














E no submundo...







Carta aberta aos Órgãos Decisórios do Futebol Português

O seguinte texto é da autoria de Carlos Guilherme Martins, mas que por ser vindo de um Sportinguista, ganha uma nova credibilidade quando postada por um Benfiquista.


Como consumidor eu exijo verdade desportiva, nem mais nem menos,

Exmos.

Hoje, dia 4 de Outubro de 2013, escrevo a presente carta não como um cronista do Jornal desportivo "Notícias do Futebol", mas sim como consumidor do nosso futebol.

Sou adepto do Sporting Clube de Portugal e ao longo dos anos tenho observado o clube do qual sou adepto ser prejudicado com erros de arbitragem dos mais difíceis de entender e que de forma regular têm prejudicado os interesses do meu clube. Aproveito esta época desportiva para escrever esta carta, já que até ao momento tenho observado quase todos os jogos dos "grandes" e tenho a opinião que oSport Lisboa e Benfica que ao contrário de outras épocas, é o clube com mais razões de queixa, tal facto reforça (em minha opinião) a minha legitimidade neste protesto, por entender que não sou "árbitro" em causa própria, embora entenda que também o SCP tem razões de queixa da arbitragem.

Verdade Desportiva.
Um campeão em Portugal é decidido num campeonato de 30 jornadas e nestas primeiras jornadas existem erros muito difíceis de entender, como explicar os erros de arbitragem nos jogos do Futebol Clube do Porto contra o Paços de Ferreira e o Vitória de Guimarães? Ou aquele penálti no Sporting - Rio Ave? Ou penálti não marcado contra oGuimarães a favor do Benfica? Ou aquele jogo Braga - Estoril do apitado pelo sr. João Capela? Não esquecendo aquela expulsão perdoada do Otamendi frente ao Estoril?
 
Como aceitar como "justo" um primeiro classificado que tem mais 4 pontos do que era suposto? Será isto verdade desportiva? Como posso eu como cliente receber incentivos para consumir este produto? De que forma é que querem que acredite neste negócio?
 
Confesso que por defeito sou daquelas pessoas que tento compreender os erros de arbitragem e vou até ao limite para entender aquilo que é o justificável, mas como posso entender que um árbitro na posição perfeita para analisar um determinado lance diga que "não viu", será isto normal? Como posso aceitar que um árbitro numa posição perfeita, veja que não é penálti e apite porque recebeu uma indicação do seu árbitro auxiliar?

Estará garantida a verdade desportiva? Junto do meu círculo de amigos tenho referido por diversas vezes que o campeonato nacional aparenta ser uma novela com guião já escrito, não sei se o é, nem quero acreditar nisso, mas pelo menos parece à primeira vista.

Crise Financeira.
A Europa, e o nosso Portugal em particular atravessam uma crise profunda que nos obriga a fazer "escolhas" e isso tem-se refletido nas bilheteiras. Actualmente, já nem os "grandes" ficam isentos das consequências e à medida que vamos perdendo a confiança, menos vamos ao estádio. É nesse sentido que escrevo esta carta, para aclamar que tomem medidas para ultrapassar estes erros clamorosos que apenas minam a credibilidade e lançam a suspeita sobre a arbitragem e a verdade desportiva. Não é justo pedirem que eu faça esforços pelo meu clube quando não consigo acreditar no espectáculo que estou a assistir e como "eu" existem muitos mais, não duvidem disso.

Próximas Jornadas.
O meu desejo é que não existam mais erros e muito menos que pareçam ser "compensações". É isso que me irrita e dá a ideia de que estou a assistir a uma novela de um qualquer canal generalista. Como consumidor eu exijo verdade desportiva, nem mais nem menos.
 
Texto: Carlos Guilherme Martins.
Imagem: D.R.
Siga-nos no FACEBOOK.

(A opinião expressa neste texto é da exclusiva responsabilidade do seu autor e não pode ser confundida com a opinião do jornal NOTÍCIAS DO FUTEBOL).

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

E o Real Madrid Ontem???



....O nosso Cristiano Ronaldo continua a mostrar que é jogador de calibre! Que tens a dizer Wagner Ribeiro?

;-)

domingo, 29 de setembro de 2013

2º Lugar conquistado!


Por esta altura no ano passado, tínhamos apenas seis pontos em comparação aos catorze desta época. Finalmente nota-se uma mudança neste Sporting, nota-se uma equipa que finalmente joga futebol, que aposta na prata da casa que tem os seus objectivos definidos, como disse ontem o Leonardo Jardim, dignificar a camisola no Sporting.

 - É verdade que depois de uma época miserável como a do ano passado, um Sportinguista tem de ter a noção que esta equipa é jovem, ainda tem muito solavanco para dar e para se encontrar como deve ser.

- No entanto o Sportinguista logo no primeiro jogo do campeonato vê o Sporting a sofrer um golo em casa e o fantasma da “época de morte” está de volta. O Sportinguista baixa a cabeça e pensa “Cá vamos nós outra vez…”, não é por não amar o clube, não é por apoiar o suficiente, mas sim porque “Gato escaldado de água fria tem medo!”. No entanto marca-se um, marca-se dois…até aos cinco! O Sporting entrou com o pé direito e acima de tudo estava a passar a bola como deve ser, faz jogadas, e santo Deus…estamos a jogar futebol!

- Jogo após jogo vamo-nos libertando de Wolfswinkel pela entrada do Montero, vemos um filho da casa a assumir-se titular e afirmar-se (embora ontem tenha começado no banco) chamado de Wilson Eduardo, o Rui Patrício ontem foi mal batido, e então? Tiramos o valor ao atual símbolo do Sporting? Não Rui, tu mostraste a cara nos momentos difíceis da época passada e este ano estamos aqui para dizer “És o melhor Rui, essas coisas acontecem!”.

- Ontem foi um jogo importante, tirámos o lugar ao segundo e sentámo-nos nessa posição. Não jogámos o nosso melhor, mas conseguimos vencer…e jogo a jogo é assim que deve ser.  Fome de Vencer.

- O Sportinguista tem de ser consciente que esta época não somos candidatos ao título, tem de ser consciente que no futebol haverá sempre beneficiados e roubados, e polémicas é o que não tem faltado.


- Há muito trabalho por fazer, muito jogo por jogar, mas estou a gostar deste Sporting, estou a gostar da raça e vou continuar a apoiar esta equipa, porque eles estão unidos para dignificar a camisola do nosso Sporting Clube de Portugal.


Uma boa semana para todos ; )


sábado, 28 de setembro de 2013

Um clube de mentiras

Prestam homenagem aos Bombeiros, e socorrem-se de um para uma vitória que foi uma mentira comemorativa de outra mentira, a dos 120 anos da sua existência. Para assinalar a mentira da data da sua fundação, recorrem a outra mentira, a da inauguração de um museu que na realidade ainda não existe, mas que abre portas hoje, para as fechar amanha, até ao dia de se tornar verdade, ou seja, até Dezembro, data da conclusão das obras, e altura em que abrirá na realidade. Mas como a história do clube, é por si só uma mentira alicerçada noutras mentiras, hoje, na inauguração, não existirá nada exposto de uma das suas maiores lendas... Paulo Futre. 

Portanto, o clube certo para a mentira em que se transformou o futebol português. 

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Jorge Jesus, a PSP, Cardozo e os Super Adeptos Benfiquistas.

O Benfica está uma enorme confusão. Saímos de uma, ou melhor, estamos a sair de uma, e logo entramos noutra. Não temos descanso. Estes Benfiquistas tem de ser de ferro, ou de adamantium, ou ainda de um outro qualquer material trazido por um alienígena. Se o objectivo desta direcção é fazer-nos mais fortes, tenho de lhes dar os meus parabéns. Mais meia dúzia de casos, e fico imune a tudo.

Depois de tudo que se passou na época passada, era por demais evidente que o início desta nova época seria duro. Nunca pensei é que fosse tão duro. Não é só o descrédito na equipa depois de perder 3 finais em 2 semanas. São as marteladas que acompanham essa dor.

Cardozo. Aquilo que deveria ter sido resolvido no final da época passada, foi arrastado para o início desta. Óbvio que contavam vender Cardozo. Mais que óbvio que falharam na venda. E ultrapassa o óbvio, que numa estrutura profissional se deve pensar em todos os cenários. Mas isso não aconteceu, e lá tivemos de integrar o Cardozo de forma atabalhoada e pouco normal.

Os adeptos não estavam com o Jesus. E mais importante, parece-me que os jogadores também não estavam com ele. Esses, os jogadores, estavam com Cardozo, e notava-se que queriam a reintegração deste. Jesus estava sozinho. Ou pelo menos eu sentia isso. E olhando para os factos, acho que Jesus também o sentia. A forma rápida como tentou reintegrar Cardozo explica-o. Em Alvalade, depois de todas aquelas lesões (mais uma prova que os adeptos Benfiquistas tem de ser de material especial), e quando a melhor substituição, não era a entrada de Cardozo, eis que Jesus arrisca. Precisava de arriscar. Precisava de um jogo de impacto para lançar Cardozo. Penso que neste momento Jesus começou a ganhar novamente alguma confiança, quer dos adeptos, quer dos jogadores. Depois desse jogo, mais uns quantos com Cardozo em campo, mais ia Jesus sarando as feridas. Mas tudo está longe de estar bem. Falta ainda o mais importante no Benfica, e Jesus sabe disso. Faltam os adeptos.

Domingo passado assistimos a uma tentativa (mal orquestrada mas bem conseguida) de aproximação aos Benfiquistas. Jesus colocou-se do lado dos adeptos. Mas como é Jesus, exagerou. Ultrapassou os limites. Não o fez por maldade, e muito menos com noção das coisas. É por isso, que apesar de ver que errou, crítico mas não condeno. Mas mais uma vez, são os Benfiquistas que levam com todo este circo mediático em que o caso se tornou. Por outras palavras, mais porrada. Como disse acima, ainda nem saímos de uma, já entramos noutra. É duro ser Benfiquista. Ganhe-se na aproximação dos adeptos ao treinador. Que não se perca tudo. Que a direção saiba controlar o caso - e eu começo a duvidar disso - usando-o para unir os Benfiquistas em torno da equipa e treinador.

Deste caso de polícia, e da minha parte, Jesus já está perdoado, mas só deste caso, que não esqueço o casmurro que é. Eu compreendi a intenção. Eu não vi maldade no acto. Eu vi a tentativa do que tentou ser, e isso basta-me. Jesus pensou no melhor, mas na sua ignorância… falhou. E tudo isso me faz lembrar uma anedota:

Um alemão, um inglês e um Português foram presos como espiões assim que se deu uma revolução no país em que estavam a passar férias. Presos em celas super reforçadas, com os pés acorrentados àquela tradicional bola de ferro, aguardavam a hora de ser fuzilados. Não havia como escapar.
Mas o alemão pensou num plano para fugir na hora da execução.
— Preparar... apontar... — Começou o comandante, dando ordens ao pelotão de fuzilamento.
— Terramoto!! — Gritou o alemão.
E foi aquela correria. Na confusão, livre da corrente, que ele escapou.
Em seguida, foi a vez do inglês.
Assim que o oficial começou, "Preparar... apontar...", ele gritou:
— Maremoto!!! — e mais uma vez todo mundo a tentar escapar, sem se lembrarem sequer, que o país não tinha saída para o mar, ele fugiu. 
Chegada a vez do Português, ele pensou que a sua salvação passava por ameaçar com alguma tragédia de grandes proporções, e ficou à espera tranquilamente a sua vez. Quando o comandante do pelotão deu a ordem de "Preparar...apontar...", o português gritou:
— Fogo!!!

Jesus apenas gritou "fogo" na hora de escapar.