sexta-feira, 22 de março de 2013

Selecção Nacional


Não vou falar do jogo. Deu-me náuseas, e não vale a pena relembrar isso. Vou falar das Selecção. 2 ou 3 pontos que nos definem.

- Temos 3 ou 4 grandes jogadores, de clubes de TOP.

- Temos outros 2 ou 3 que são bons jogadores, mas nunca serão de TOP.

- Temos também, 4 ou 5 que já foram bons jogadores, que actualmente apenas são razoáveis, e em alguns casos, medíocres.

- Temos 6 ou 7 gajos que nunca foram jogadores. Estão lá por engano. É triste, mas é tão verdade.

- Temos um treinador, que desde o primeiro jogo, diz que o próximo não é decisivo. Como pode uma selecção ambicionar algo, com tamanha falta de ambição por parte do seu líder máximo? Mas afinal, quais são os jogos decisivos para o apuramento? São aqueles que andamos com a corda ao pescoço? Faz algum sentido? O que o Paulo Bento ainda não percebeu, é que já não está a treinar o Sporting. Ficar em 2º atrás de um Porto, cof... cof, Rússia, já não é suficiente. Já não é uma vitória. Já estou a ver o filme todo. Só no dia que ficar atrás de um Benfica, cof… cof, Israel, é que vão perceber que não é treinador. Já vai ser tarde.

- É triste ver um jogador como Ronaldo fora do mundial. Ele não merece estar rodeado de tanta mediocridade. Não merece.

2 comentários:

ﻝф‡∆, εζ þĭЬε disse...

tens vários casos de excelentes jogadores que nunca foram a fases finais por estarem rodeados de colegas medíocres....
é pena, mas é o possivelmente vai acontecer ao Ronas...

Germano Bettencourt disse...

True...