terça-feira, 27 de outubro de 2015

Qual a conta que Deus fez ?




Vá lá, eu confesso. Eu não estava à espera de ganhar na Luz contra o Benfica do Vitória, mas que soube bem pela segunda vez esta época, lá isso soube. E porquê? 

Ora bem:

- Casa do grande rival que celebrava nesse dia 12 anos de existência, quase repleta de Benfiquistas;

- Três espectadores especiais no estádio da Luz sendo eles Filipovic (antigo jogador do clube da luz e antigo treinador-adjunto), Pablo Aimar (antigo jogador do Benfica) e claro...Germano Bettencourt (fundador/escrivão do blogue Eternos Rivais) e de certeza que foi com alegria que entraram no estádio, mas com um sabor amargo quando de lá sairam;


- Teoricamente este seria o jogo de resposta do Vieira, mas áwwww! Foi azar...perderam o jogo e ainda se  procura as respostas prometidas;


- Após muitos dias de ensaios pelas claques do Benfica, infelizmente não puderam cantar aquela música do "O Campeão Voltou!", ficaram-se pelo "Bailando" do Enrique Inglesias ao intervalo...e que bom baile que foi.


Análise rápida ao jogo



- JJ foi um treinador de tomates...porque é preciso ser um treinador de tomates em meter na equipa titular João Pereira em vez do Ricardo Esgaio;

- Eficácia. Tanta vez falei nisto na nossa equipa..." E a eficácia é uma nulidade" e "Se não marcamos golos não podemos ganhar jogos", finalmente...eficácia, salientando Slimani pelo cabeceamento e Gutiérrez aproveitando a fraqueza de Júlio César;

-  Bráian, como lhe chama JJ, indiscutivelmente uma excelente aquisição este ano. Adoro a raça do jogador e o 3º golo é merecido. Após ter sido praticamente levado até ao extremo com jogos de 90 minutos, lesão, recuperação, foi um trunfo de ferro neste Dérbi lisboeta;

- Naldo...lembram-se do Naby Sarr? Eu também não...e ao contrário do que muita gente Sportinguista pensa, Ewerton não vai conseguir consolidar um lugar no centro da defesa...desculpem mas eu não acredito. Esta dupla Oliveira e Naldo para mim é mais acertada;

- Nervos de Gelo. Nem mesmo marcando o 3º golo, senti-me seguro do resultado. Não estamos a falar de uma equipa qualquer, mas sim do nosso eterno rival, na sua casa, e ainda faltavam 45 minutos. A equipa portou-se bem, e verdade seja dita, o Benfica não entrou a matar na segunda parte como supostamente se estava à espera;

- Pensei que JJ iria dar a entrada de Matheus Pereira no jogo nos últimos 15 minutos, o puto merecia pelo o que tem feito,  2 jogos 4 golos. Sinceramente fiquei triste por não ter dado esse prémio de jogar num derbi, nem que fosse por 5 minutos. Como sabem o JJ não aposta nos jovens...por isso entrou o Gélson Martins...oh wait...

- Júlio César. Para mim foi o homem do jogo. Não é fácil ter 36 anos e fazer uma arrancada para defesa após um tiro de Luisão para o golo;

Aparte

- Vi o jogo no Porto na companhia de amigos Portistas (grande noite para eles também) e também de um amigo Benfiquista...não sabem qual deles é? É o da camisa preta...sim parecia que já estava a adivinhar. Grande abraço ao meu amigo Pedro Monteiro que se manteve ali ao meu lado a ver a sua equipa sofrer...por 3 vezes.



 - Estou para mim que dia 22 de Novembro se tudo correr bem, vou até casa...Alvalade. Pode ser que tenha a mesma sorte que teve o meu amigo na sua recente visita à Luz, mesmo assim, sem medo, e apoiando no que der e vier. Força Sporting!

Saudações Leoninas 



2 comentários:

Antonio Fontes disse...

Esqueces a parte de que o 1º golo do SCP foi devido a uma grande fifia do Andre Almeida... Depois disso, ficou tudo mais facil.. Mas, o futebol tambem é feito dos erros alheios... Bom jogo....Ganharam bem...

Vitor Marcelino disse...

Fiz uma análise muito resumida, mas penso que disseste tudo, "o futebol tambem é feito dos erros alheios" e ganhámos bem. Abraço