sábado, 28 de setembro de 2013

Um clube de mentiras

Prestam homenagem aos Bombeiros, e socorrem-se de um para uma vitória que foi uma mentira comemorativa de outra mentira, a dos 120 anos da sua existência. Para assinalar a mentira da data da sua fundação, recorrem a outra mentira, a da inauguração de um museu que na realidade ainda não existe, mas que abre portas hoje, para as fechar amanha, até ao dia de se tornar verdade, ou seja, até Dezembro, data da conclusão das obras, e altura em que abrirá na realidade. Mas como a história do clube, é por si só uma mentira alicerçada noutras mentiras, hoje, na inauguração, não existirá nada exposto de uma das suas maiores lendas... Paulo Futre. 

Portanto, o clube certo para a mentira em que se transformou o futebol português. 

5 comentários:

POC disse...

Brilhante.

jj4ever disse...

Pois, está muito bem. Mas o que eu queria saber mesmo é como é que ficou o gloriso. De certeza que goleou, não?

Germano Bettencourt disse...

jj4ever, não vi o jogo. Acredito que tenhamos jogado tão mal como o Porto, mas que ao contrário desse, não tenhamos tido ajuda, e com sorte, tenhamos sido prejudicados.

No entanto, e no que importa referir, o Porto por mais titulos que tenha, por mais que veja os adversários perder, NUNCA, mas mesmo NUNCA deixará de ser um clube de mentiras liderado por corruptos que envenenam a liberdade do futebol português, e no transformam na podridão que é hoje.

Um nojo.

jj4ever disse...

Germano Bettencourt, quando Pinto da Costa entrou no Porto já o futebol estava podre há muito tempo. Mas como o Benfica ganhava, estava tudo bem. Portugal era um país feliz.

Aquilo que Pinto da Costa fez, porque é melhor do que os outros em tudo, foi retirar o poder (não totalmente, porque isso é impossível) aos clubes de Lisboa. Por isso é que LFV chora tanto (ou achas que foi por acaso que ele foi o principal apoiante do principal arguido do Apito Dourado?)...

Mas olha que mesmo durante este período em que o Benfica perdeu a chupeta, não faltaram aí casos como a mão de Vata, o Elefante Branco e as meninas do Sr. King, que comprovam que o Benfica sempre fez (e há-de continuar a fazer) parte da podridão que tanto odeias...

Germano Bettencourt disse...

jj4ever,

isso de o futebol estar podre antes do Pinto da Costa, é mais uma das mentiras que se fez passar cá para fora, pelo Sr. Jorge Nuno e o Sr. Pedroto como estratégia para retirar o poder a Lisboa, e a verdade é que conseguiram.

E sim, naquela altura o Benfica e Sporting eram muito mais beneficiados que o Porto, mas eram beneficiados por ordem da grandeza que tinham, e não tanto por podridão do futebol Português. Obvio, porque não sou burro, que o futebol nunca foi nem nunca será 100% limpo, mas nunca foi podre como é hoje.

Essa é outra história a juntar à do Benfica enquanto clube do Regime, outra mentira que interessava passar, e que de tanto repetida acaba por ser tornar verdade, sem nunca o ter sido.

A mão de Vata ocorreu na Europa, não mistures com Portugal. O Eusébio foi um grande jogador, mas a sua vida particular só lhe diz respeito a ele.

Repito, influencias sempre houve, podridão só de há 20 anos a esta parte.

Evidentemente que cada qual acredita no que quer, e estás no teu direito de pensar o que te convém. Eu se fosse Portista às tantas tentava desculpabilizar a corrupção com a mesma desculpa, "ah e tal se não fossemos nós eram outros", ou então "ah e tal antes de nós eram vocês"... etc etc... Justificar um erro com um erro é um tremendo... ERRO.