segunda-feira, 22 de abril de 2013

Golias vence no Clássico!




Devo contar que ontem, fui ver o jogo com dois amigos (adeptos do clube da luz) num café simpático, com muito bom ambiente.
Umas “jolas” a acompanhar o futebol acompanhada de uma “tremoçada” a preceito. E agora perguntam vocês, “O que poderia estragar este ambiente? “ e eu respondo com um ar muito sério: - Estar presente na plateia do café, um energúmeno, que enquanto visiona o jogo, ouve ao mesmo tempo, o relato do jogo via rádio com auriculares! Como podem imaginar no silêncio da plateia, ouve-se uma voz a dizer muito calmamente e com um sorriso “E olha o golo do benfica!”. Passados sete segundos, acontece a profecia do burro que está exactamente atrás de mim. Assim meus caros se estraga um jogo de futebol no café, seja ele adepto de que clube for. Apetece muito calmamente pegar na cadeira, enfiar-lhe pela tromba a dentro até ficar com os cornos espetados no chão. Nem deixa os adeptos (lampiões) festejarem como deve ser, nem respeita a decepção (de nós lagartos) ao saber antecipadamente que vamos levar um golo.

E está feito mais um clássico. Devo dizer primeiramente que estou orgulhoso dos rapazes, fizeram o que puderam e honraram a camisola.
Gostei de ver esta equipa de rapazes, comentei inclusive com o pessoal com quem fui ver a bola, que era impensável há uns anos atrás, estar a jogar na equipa principal, num clássico importante aqueles putos. Foram eles Ilori, Eric Dier, Martins e Bruma. O benfica por si não estava nervoso, dizem os adeptos, estava relaxado contra uma equipa que estava em oitavo lugar. Estavam tão relaxados, que jogaram de início Cardozo, Lima e Maxi Pereira…
O meu colega de blogue inclusive há uns dias atrás tinha dito que Patrício não devia brincar com fogo (pelas suas declarações), porque as bolas de Cardozo o poderiam queimar. Cardozo por não o ter conseguido fazer, tentou foi pegar fogo ao banco aquando da substituição. É assim mesmo Cardozo! Aquele banco vai aprender a lição! Não, não vou falar da arbitragem, recuso-me falar do Binya…desculpem, do Maxi.
O Sporting não perdeu por causa do árbitro, perdeu sim porque não marcou golos. É simples. Por falar em golos, confesso que o segundo golo dos lampiões foi de classe, e resumindo a coisa, foi um bom espetáculo de futebol.

Agora não vale a pena pensar mais no jogo que se perdeu, e pensar sim no Nacional que aí vem.
Estou orgulhoso desta equipa que se meteu frente a frente ao benfica e a luta pela participação na “EuroLeague” continua.
Vamos lá rapazes!!

1 comentário:

friikniik disse...

Sei bem o que é isso, estar um pilantra com a mania que é mais esperto que os outros a meter nojo com os "ahhhh, sacana do defesa cortou.. mas é canto, bora lá" quando a bola ainda vai no guarda redes adversário, ou um "olha o manel vai prá rua, segundo amarelo" também antes de tempo. Dás por ti e já perdeste o interesse, se o "outro" não gritou, é porque não vai dar em nada, lamentável. :(

Sobre o jogo, o JJ tem tendencia para entregar o ritmo do jogo a adversários mais fortes, obrigando-os a cansar-se mais. Na primeira parte o Sporting fez por merecer um golo pelo menos, nem que fosse o do penalti, mas não teve tanta posse de bola como o Benfica (isto na segunda parte inverteu). Depois do primeiro golo tudo ficou mais fácil, o esforço extra de alguns jogadores do Sporting na primeira parte fez com que entretanto estourassem, permitindo ao Benfica controlar o jogo.

Positivo:
A prestação da equipa do Sporting.
A qualidade de algumas jogadas (Bruma, Gaitan, etc)

Negativo:
A arbitragem, se bem que seja bom acabar um derbi sem vermelhos, creio que foi demasiado largo o critério do Capela.
A incapacidade, ou falta de vontade, do JJ para adaptar a sua equipa ao estilo de jogo da adversária antes de chegar o intervalo.

Abraços

(SLB) :)